Workshop, Palestra e Concerto de Guitarra

Apresentação

Os participantes do workshop poderão iniciar-se na expressão do seu imaginário enquanto intérpretes. Ricardo Alves Pereira, criador deste conceito artístico, mostra como procurar o significado da música e como expressá-lo por palavras, ao mesmo tom de trovadores e contadores de histórias. Esta exploração tem como objetivo abrir os horizontes da interpretação musical, desenvolvendo a criatividade e consciência individual artística dos jovens músicos.

Inscrições

Até dia 22 de fevereiro de 2019 (inicia com um nº mínimo de 12 inscrições).
Na secretaria do Orfeão de Leiria, de 2ª a 6ª feira, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h30.

Preçário

Alunos da EMOL 15€
Alunos de outras escolas 20€

 

Horário e local

9h30 às 12h30 e 14h30 às 18h00

Sala 301 – Orfeão de Leiria

Workshop

  • Palestra/Concerto
  • Criação de texto individual para cada obra dos participantes.
  • Apresentação individual do texto e peça feita por cada aluno.
  • Cada aluno deverá trazer um caderno para tirar apontamentos e escrever exercícios.

Concerto Final

4 de março de 2019

18h00 – Auditório do Orfeão de Leiria

Audição dos participantes, aberta aos familiares, outros alunos, e professores

 

Ricardo Alves PereiraGuitarra Clássica

Ricardo Alves Pereira é um guitarrista clássico que guia o seu público na imaginação de histórias através das suas narrativas musicais. Recebeu vários prémios em concursos internacionais e nacionais de música, sendo-lhe oferecida a oportunidade de gravar o seu primeiro disco “Ciclos”. Recebeu ainda várias bolsas de estudo e investigação provenientes de candidaturas do programa Erasmus Exchange, da fundação DGArtes, e bolsas de mérito de conservatórios em Espanha e Países-Baixos.
Foi convidado para concertos a solo, com ensembles e com orquestra em Portugal, Espanha, França, Alemanha, Itália, Países-Baixos, Reino Unido e Turquia.
Viajou pela Europa para receber a sua formação académica de alguns dos guitarristas clássicos mais renomeados. Os seus professores principais foram Ilda Coelho, Margarita Escarpa, Duo Melis e Zoran Dukic. Completou o seu mestrado como bolseiro “Excellence in Music” no Conservatório Real em Haia (Países-Baixos).

É membro fundador do grupo internacional de música antiga The Wandering Bard para quem também escreve narrativas musicais, lançando um novo álbum em 2018.

 

,

Concerto de Natal

No dia dezasseis de Dezembro, a cidade de Leiria irá revestir-se de esplendor, adornada da mais bela talha dourada do período Barroco.

Poder-se-ia tratar de uma penumbra fruto das pinceladas de Caravaggio, ou de uma imponente edificação arquitectada por Lourenzo Bernini, no entanto, este momento será expressado inteiramente sobre a visão de célebres criações musicais dos séculos XVII/ XVIII.

Iniciado com a imponente abertura da suite Fireworks do compositor britânico Georg F. Haendel – obra que outrora serviria para comemorar a assinatura do tratado de Aix-la-chapelle-, neste caso, assumirá um papel de recepção de boas vindas para todos aqueles que se façam presentes neste concerto.

De seguida, far-se-á ouvir o Concerto em lá m de Alessandro Scarlatti, em que a flauta bisel irá surgir com o papel solístico. Sob execução do flautista João Nuno Rocha, poderemos contar com o contributo de tal reconhecido músico, para demonstrar a beleza e virtuosismo intrínsecos na execução de tão nobre instrumento histórico.

Após percorrermos o período barroco na sua expressão inglesa, e italiana, fechamos com chave de ouro vendo-o reflectido na galeria de espelhos do Palácio de Versailles num dialecto musical Frances. Desta feita, contaremos com o contributo da herança que nos é deixada por Marc- Antoine Charpentier, na execução do seu Te Deum

– um hino de acção de graças. Iremos assim concluir este momento de inteira revisitação artística, com o contributo dos coros do Orfeão de Leiria e Coro de Câmara do Orfeão de Leiria e ainda das sopranos Daniela Matos, Lara Rainho, do contratenor David Hackston, do tenor André Lacerda e do baixo Miguel Maduro-Dias.

Toda esta vivência histórica e cultural estará a cargo da execução da orquestra Sinfónica de Leiria – na sua formação Barroca, do organista João Santos e direcção artística do maestro Nuno Almeida.

Data| 16 dezembro
Hora| 16h00
Local| Igreja Convento da Portela (Franciscanos), Leiria

Entrada livre