Curso de Jazz

Com os Cursos de Jazz a Escola de Música do Orfeão de Leiria pretende proporcionar aos seus alunos o contacto com outras linguagens musicais. O ensino oficial sé contempla nos seus planos curriculares o ensino da linguagem “clássica”. Assim, entende-se que não faz sentido afastar-nos quer do jazz, quer de outras linguagens que fazem parte do nosso quotidiano musical.

Plano de Estudos:

1º Ano, 2º Ano e 3º Ano

Este plano divide-se em três disciplinas semanais.

45 minutos de aula de instrumento semanal

45 minutos de teoria semanal

90 minutos de Combo e Big Band (oferta)

Inscrições:

Faça a sua pré-inscrição através do link:https://docs.google.com/…/1FAIpQLSfM31gMJcmPpTaa8T…/viewform

Preçário:

Inscrição: 20€
Propina mensal: 115€
Valor anual (10 meses): 1150€

Aula de Instrumento:

A aula de instrumento é individual.
Instrumentos lecionados: clarinete, saxofone, trompete, trombone, guitarra elétrica, contrabaixo, baixo elétrico, bateria, piano, vibrafone e canto.

Aula de Teoria:

Nesta disciplina leciona-se harmonia de jazz, teoria musical e realiza-se treino auditivo, preparando os alunos para as aulas práticas.

Aula de Combo ou Big Band:

Onde se trabalham vários temas de jazz. O objetivo é desenvolver a capacidade de improvisação tocando em grupo. Neste caso poderá ser num pequeno combo ou na Big Band.

Corpo Docente:

Coordenação, Saxofone, Teoria e Combo: César Cardoso | Trompete: André Rocha | Trombone: André Ramalhais | Clarinete e Big Band: Paulo Bernardino | Guitarra: Adelino Oliveira | Piano: Tiago Ferreira | Contrabaixo: Diogo Dias Canto: Cláudia Franco | Bateria: João Maneta |Vibrafone: Paulo Santo

HORÁRIO

Pós-laboral

 

, ,

Abertura Solene do Ano letivo

No dia 10 novembro, pelas 18h00 no Auditório do Orfeão de Leiria irá decorrer a Abertura Solene do Ano letivo que será protagonizado pela Escola de Música e Dança do Orfeão de Leiria.

O evento assinala todos os anos o início oficial das atividades das Escolas de Música e de Dança do Orfeão de Leiria Conservatório de Artes, bem como a receção das comunidades escolares das duas escolas.

Haverá a entrega de diplomas do curso básico e secundário.

Este concerto contará com a participação musical de professores da Escola de Música

A entrada é livre.

,

Concerto de Natal

No dia dezasseis de Dezembro, a cidade de Leiria irá revestir-se de esplendor, adornada da mais bela talha dourada do período Barroco.

Poder-se-ia tratar de uma penumbra fruto das pinceladas de Caravaggio, ou de uma imponente edificação arquitectada por Lourenzo Bernini, no entanto, este momento será expressado inteiramente sobre a visão de célebres criações musicais dos séculos XVII/ XVIII.

Iniciado com a imponente abertura da suite Fireworks do compositor britânico Georg F. Haendel – obra que outrora serviria para comemorar a assinatura do tratado de Aix-la-chapelle-, neste caso, assumirá um papel de recepção de boas vindas para todos aqueles que se façam presentes neste concerto.

De seguida, far-se-á ouvir o Concerto em lá m de Alessandro Scarlatti, em que a flauta bisel irá surgir com o papel solístico. Sob execução do flautista João Nuno Rocha, poderemos contar com o contributo de tal reconhecido músico, para demonstrar a beleza e virtuosismo intrínsecos na execução de tão nobre instrumento histórico.

Após percorrermos o período barroco na sua expressão inglesa, e italiana, fechamos com chave de ouro vendo-o reflectido na galeria de espelhos do Palácio de Versailles num dialecto musical Frances. Desta feita, contaremos com o contributo da herança que nos é deixada por Marc- Antoine Charpentier, na execução do seu Te Deum

– um hino de acção de graças. Iremos assim concluir este momento de inteira revisitação artística, com o contributo dos coros do Orfeão de Leiria e Coro de Câmara do Orfeão de Leiria e ainda das sopranos Daniela Matos, Lara Rainho, do contratenor David Hackston, do tenor André Lacerda e do baixo Miguel Maduro-Dias.

Toda esta vivência histórica e cultural estará a cargo da execução da orquestra Sinfónica de Leiria – na sua formação Barroca, do organista João Santos e direcção artística do maestro Nuno Almeida.

Data| 16 dezembro
Hora| 16h00
Local| Igreja Convento da Portela (Franciscanos), Leiria

Entrada livre

Crescer com as Artes – Inscrições abertas

3 aos 5 anos / Aprender pela Música!
No projecto “Crescer com as Artes” do Orfeão de Leiria Conservatório de Artes, os alunos terão oportunidade assistir a duas sessões semanais: uma de “Música e Movimento” e outra “Criativa e Experimental”, cada uma com duração de 40 minutos. Cada grupo de 10 a 15 crianças será estimulado com música e movimento, através da voz e audição de excertos gravados com instrumentos acústicos variados, música tradicional de vários países ou ainda com instrumentos ao vivo.

O objetivo é dar a conhecer às crianças os instrumentos musicais, criar momentos de composição e interpretação musical entre outros estímulos rítmicos, de movimento e improvisação.

As inscrições estão abertas na secretaria do Orfeão de Leiria Conservatório e o projeto iniciará em setembro.

Alunos Premiados em Concursos – Ano Letivo 2016/2017

Pedro Cardoso (guitarra)- Menção Honrosa no Concurso Internacional de Música Cidade de Almada, categoria nível I;

João Guilherme (guitarra) – 1º Prémio Ex-aequo no Concurso Internacional de Música Cidade de Almada, categoria nível II;

Pedro Rodrigues (guitarra) – 1º Prémio no Concurso Internacional de Música Cidade de Almada, categoria nível III;

Beatriz Volante (canto) – 1º Prémio no Concurso Internacional de Música Cidade de Almada

Jorge Guilherme (eufónio) – Menção Honrosa no XII Concurso Internacional de Instrumentos de Sopro “Terras de La Salette”, categoria Infantil;

José Custódio Neves (tuba) – 1º Prémio no XII Concurso Internacional de Instrumentos de Sopro “Terras de La Salette”, categoria Juvenil;

Gonçalo Soares (saxofone) – 1º Prémio no Concurso Internacional José Massarrão;

Francisca Prior (clarinete) – 2º Prémio Ex-aequo no 5º Concurso Nacional “Sons de Cabral” na 1ª categoria;

Luana Pedrosa (clarinete) – 2º Prémio Ex-aequo no 5º Concurso Nacional “Sons de Cabral”, na 1ª categoria.