Curso de Jazz 2017/2018
Publicado em

Com os Cursos de Jazz a Escola de Música do Orfeão de Leiria (EMOL) pretende proporcionar aos seus alunos o contacto com outras linguagens musicais. O ensino oficial só contempla nos seus planos curriculares o ensino da linguagem “clássica”. Assim, entende-se que não faz sentido alhearmo-nos quer do Jazz, quer de outras linguagens que fazem parte do nosso quotidiano musical.
O curso que vai ser ministrado já a partir deste próximo ano letivo (2017/2018). Só poderá funcionar se tiver um mínimo de 10 alunos inscritos.

PLANO DE ESTUDOS:
1º Ano, 2º Ano e 3º Ano
Este plano divide-se em três disciplinas semanais.
45 minutos de aula de instrumento semanal
45 minutos de teoria semanal
90 minutos de Combo e Big Band (oferta)

INSCRIÇÕES:
Até final de 31 de julho de 2017
O curso para funcionar terá que ter no mínimo 10 alunos.

Preçário:
Inscrição: 20€
Propina mensal: 115€
Valor anual (10 meses): 1150€

AULA DE INSTRUMENTO
A aula de instrumento é individual.
Instrumentos lecionados: clarinete, saxofone, trompete, trombone, guitarra elétrica, contrabaixo, baixo elétrico, bateria, piano, vibrafone e canto.

AULA DE TEORIA
Nesta disciplina leciona-se harmonia de jazz, teoria musical e realiza-se treino auditivo, preparando os alunos para as aulas práticas.

AULA DE COMBO ou BIG BAND
Aula de grupo. Onde se trabalham vários temas de jazz. O objetivo é desenvolver a capacidade de improvisação tocando em grupo. Neste caso poderá ser num pequeno combo ou na Big Band.

CORPO DOCENTE
Coordenação, Saxofone, Teoria e Combo: César Cardoso | Trompete: André Rocha | Trombone: André ramalhais | Clarinete e Big Band: Paulo Bernardino | Guitarra: Adelino Oliveira | Piano: Daniel Bernardes e Tiago Ferreira | Contrabaixo: Diogo Dias Canto: Cláudia Franco | Bateria: João Maneta |Vibrafone: Paulo Santo

- CÉSAR CARDOSO
Coordenação, Saxofone, Teoria e Combo
Nasceu em 1982 em Leiria e aos 7 anos iniciou os seus estudos musicais. Frequentou a classe de Saxofone clássico no Orfeão de Leiria com o prof. Alberto Roque onde concluiu o 8º grau.
De destacar a sua passagem pela Escola de Jazz do Hot Clube de Portugal entre 2004 e 2008 onde trabalhou com Jorge Reis e Pedro Moreira.
Em Maio de 2008 foi escolhido para representar Portugal na European Colours Jazz Orchestra em Itália.
Em 2010 gravou o seu primeiro disco “Half Step” em quinteto com os músicos Bruno Santos, Filipe Melo, Demian Cabaud e Bruno Pedroso, e em 2015 gravou o seu segundo disco de originais chamado “Bottom Shelf” em quarteto com Bruno Santos, Demian Cabaud e André Sousa Machado.
É membro do grupo Desbundixie dixie band, da Big Band do Hot Clube de Portugal, diretor artístico e criador da Orquestra Jazz de Leiria e lidera o seu próprio quarteto. Já tocou com grandes nomes do Jazz nacional e internacional como por exemplo, João Moreira, Jorge Reis, Claus Nymark, Alexandre Frazão, Bernardo Moreira, Lars Arens, Filipe Melo, Bruno Santos, Afonso Pais, Nelson Cascais, Bruno Pedroso, Pedro Moreira, André Sousa Machado, Julian Arguëlles, Maria João, Mário Laginha, Bernardo Sassetti, Zé Eduardo, Perico Sambeat, Rosario Giuliani, John Ellis, entre outros.
É licenciado pela Escola Superior de Música de Lisboa, no curso superior de Jazz e é actualmente professor de saxofone, teoria, combo e big band na Escola de Jazz Luiz Villas-Boas – Hot Clube de Portugal.

- DANIEL BERNARDES
Piano
Daniel Bernardes nasceu a 26 de junho de 1986, em Alcobaça. Começou a estudar piano aos 5 anos de idade, com Paulo Barbosa. Prosseguiu, depois, os seus estudos de piano com o Prof. Luís Batalha no Orfeão de Leiria. Em 2002, tocou no Festival de Jazz de Valado dos Frades, num Projecto do saxofonista Mário Marques – Hybrid Jazz Machine. Em 2003, participou, pela primeira vez, nos Seminários de Composição da Fundação Calouste Gulbenkian, orientados por Emmanuel Nunes.
Em 2004, tocou na Festa do Jazz no Teatro S. Luiz, no combo orientado por Carlos Barretto. Participou, também, nos Stockhausen-Kurse für Musik, em Kürten. Neste mesmo ano, mudou-se para Paris prosseguindo os estudos de piano com o Prof. Marian Rybicki, na prestigiada École Normale de Musique de Paris.
Ainda em Paris, trabalhou em masterclasses do Prof. Jean Fassina, dedicando- se paralelamente à composição. Em 2005, ganhou o 2º prémio no Concurso Nacional de Piano de Marrocos. Nesse mesmo ano, apresenta-se em concerto na Salle Cortot, em Paris.
Em 2007, voltou para Portugal para se dedicar ao jazz e improvisação, estudando com Filipe Melo no Hot Clube de Portugal. Em 2008, foi admitido na Escola Superior de Música de Lisboa, onde frequentou a Licenciatura em Jazz, tendo como professor o pianista João Paulo Esteves da Silva. Em 2010, o seu trio, com António Quintino e Joel Silva, foi convidado para tocar no Ciclo Jazz Galp da Casa da Música. Ainda em 2010, ganhou o Prémio de Solista, na Festa do Jazz do Teatro S. Luiz. Integrou o sexteto do trombonista Lars Arens “Lars Arens New Mainstream”.
Em 2016 lança o DVD/CD do projecto “O Rondó da Carpideira” e prepara actualmente a gravação do seu novo disco em trio com Joel Silva e Carlos Barretto.

- TIAGO FERREIRA
Piano
Natural de Casal Novo, Freguesia de Santa Catarina da Serra,Tiago Antunes Ferreira iniciou os estudos de piano no Orfeão de Leiria Conservatório de Artes, com a professora Vesna Manojlovic, tendo posteriormente ingressado a Escola de Jazz Luís Villas Boas (Hot Club de Portugal), em Lisboa, onde concluiu o curso de piano variante Jazz com os professores Dan Hewson, Nuno Costa, Joana Machado, Massimo Cavalli, Jorge Moniz, Luís Cunha, Bernardo Moreira, Gonçalo Marques, e Afonso Pais.
Lecciona aulas de piano, e toca regularmente como pianista intérprete e autor, e pianista acompanhador, em diversas formações, sobretudo na área do Jazz, tais como Leiria Jazz Group, Trio Suspenso, JAZZing X’mas, e Orquesta de Jazz de Leiria, mas também na área da música tradicional, Pop/Rock e da música clássica. Nesta ária, participou como pianista na apresentação do “Requiem de Fauré” em abril de 2013 pela Filarmónica de Monte Redondo e coro, e mais regularmente como pianista acompanhador do “Coro Viva Voz” de Santa Catarina da Serra.
Recentemente participou na peça de Teatro “Palco de Memórias” encenada por Norberto Barroca para a inauguração da Casa da Culturada Marinha Grande, como pianista e director musical.
Actualmente, integra a banda “Bússola” ao piano e acordeão, tendo lançado o seu CD de apresentação em novembro de 2015. Em2016/2017 tem colaborado com o compositor André Barros, compondo em co-autoria e apresentando peças para piano a quatro mãos.

- CLÁUDIA FRANCO
Canto
Cantora e Professora de canto licenciada em Jazz – Voz pela Escola Superior de Música de Lisboa, com anterior formação na Escola de Jazz Luis Villas-Boas (Hot Clube de Portugal) e Orfeão de Leiria em canto e piano. É Professora de canto desde 2007 e cantora profissional desde 2003, principalmente de Jazz. Teve como principais mentores Lúcia Lemos, Paula Oliveira, Afonso Pais, Pedro Moreira e João Paulo Esteves da Silva. O seu primeiro disco “Soul Dance” foi considerado pela Rádio Marginal o melhor disco português de 2015.
Com experiência nacional e internacional, já cantou em palcos como o Rock In Rio (Portugal), “The End Club” em Londres, Aula Magna, Centro Cultural de Belém, Casa da Música, Hot Clube de Portugal, entre outros.

- JOÃO MANETA
Bateria
João Miguel de Sousa Maneta iniciou os seus estudos musicais aos doze anos na Sociedade Artística e Musical Cortesense. Mais tarde ingressou no conservatório Nacional de Lisboa, transferindo-se depois para o Conservatório de Leiria onde trabalhou com o professora Fátima Pinto e mais tarde o prof. Manuel Campos. Na EMOL terminou o 5º grau de percussão e o 8º de formação musical. Ganhou o 1º prémio do concurso dos melhores alunos da EMOL em 2002.
Frequentou o curso livre de percussão na escola de música da Orquestra Metropolitana de Lisboa, onde trabalhou com Rui Gomes. Frequentou também vários cursos e work shops onde trabalhou com Jean François Lezé, Peter Ersckin, Dan Weiss, André Sousa Machado, Paulo Bandeira, Acácio Salero, Luís Cascão, Filipe Melo, Pedro Moreira; João Moreira, Rodrigo Gonçalves entre outros.
Reforçou a Orquestra Filarmonia das Beiras e participou num seminário com a Orquestra Sinfonieta do Porto. Frequentou a escola de jazz do hot clube de Portugal de 2003 a 2005 onde estudou bateria com o prof. Bruno Pedroso. Participou como convidado na gravação de vários discos como baterista e percussionista. É o baterista do grupo Desbundixie e da Banda da Catraia. Toca atualmente em diversos projetos de jazz, música tradicional e é também o baterista da Orquestra de Jazz de Leiria

- ADELINO OLIVEIRA
Guitarra Eletrica
Iniciou os seus estudos em piano e guitarra clássica em 1994. Posteriormente, em 2000 ingressou no Hot Clube em Lisboa, escola de jazz Luís Villas Boas. Neste período, ate 2005 teve oportunidade de trabalhar com os seguintes professores: Bruno Santos, Vasco Agostinho, Ricardo Pinheiro, Pedro Madaleno, Rui Cardoso, Andre Fernandes, Joao Moreira, Filipe Melo entre outros…
Participou ainda em workshops com Carlos Barreto (cbx), o guitarrista Mario Delgado (gtr), os norte americanos David Binney (sax) e Aaron Goldberg (pno).
Tendo participado no projeto de originais Wonderland, atualmente integra a Orquestra de Jazz de Leiria e algumas formações de jazz. Participa em bandas como Catraia, Bússola e Caruma e outros projetos de animação cultural. Leciona em várias escolas de música do distrito de Leiria guitarra elétrica e iniciação a guitarra clássica.

- DIOGO DIAS
Baixo
Diogo Dias, Começou a tocar baixo eléctrico aos 16 anos e contrabaixo aos 20 anos com o professor Manuel Rêgo. Integrou a banda Ballerina com a qual participou em diversos concertos destacando-se um no Festival Sodoeste em 1999, Em 2003 grava o disco “Le jeu” com a banda “Balla” de Armando Teixeira e integra a digressão do mesmo. No ano seguinte faz a digressão com a banda “Bulllet” da qual se destacam os concertos no festival “Sonar” em Barcelona. No ano seguinte integra a banda Mola Dudle na digressão do disco “O futuro só se diz em Particular”- Em 2006 a mesma banda fica residente no programa de televisão “A revolta dos pastéis de nata” durante duas temporadas. Em 2007 grava o disco “Se o amor fosse só isso” de Patrícia Vasconcelos e integra a banda acompanhante que participa no “Cool jazz Fest 2007″ na primeira parte da banda francesa Nouvelle Vague. Entre 2007 e 2010 participa em projectos de vário géneros musicais com concertos em salas como Coliseu de Lisboa, Porto, Aula Magna, Ccb etc…
Em 2010 grava o tema “Como um fado” para o disco ‘It’s Only Love Give It Away’ de Mikkel Solnado. 2010-12 integra a banda que acompanha a Cantora Anabela na promoção do disco “Nós”. Em 2012 grava o o disco “A vida de um vinho” com músicas de Jorge Salgueiro para a Casa de Vinhos Ermelinda de Freitas. Tem participado como contrabaixista e baixista freelancer em projectos de vários estilos musicais. Em 2014 integra na Orquestra da Quarentena, criada por Jorge Salgueiro para a a peça com o mesmo nome do Grupo de Teatro O Bando fazendo espectáculos itinerantes pelo país fixando-se em Palmela o mês de Outubro. Nesse ano colaborou com Luís Taklin, Lara Li, Simone de Oliveira, Miguel Martins trio, Nicole Eitner, Liliana Martins, L´escargot assim como a orquestra e emsembles da Foco Musical e entidades privadas. Em 2015 gravou o disco de Jorge Salgueiro “Canções eróticas e poemas de amor”, integrando o “Willow Ensemble” com a mezzo-soprano Carolina Figueiredo, piano e quinteto de cordas a saír em Outubro de 2016. Grava também o novo disco de Mola Dudle de Nanu Figueiredo, disco a sair no final de 2016 continuando a colaboração com os artista acima referidos. Em 2016 grava o disco “Fado Baloiçado” do fadista Luque de Castro e começa a participar regularmente em eventos de Fado como contrabaixista acompanhador, fazendo também a digressão do disco “Corpo-Fado” da fadista Liliana Martins.

- ANDRÉ RAMALHAIS
Trombone
André Ramalhais iniciou aos 8 anos os seus estudos musicais em trompete na Filarmónica da Guia-associação artístico-cultural.
Em 2009 ingressa no curso profissional de música no Orfeão de Leiria, na classe de trompete, e em Julho de 2010 muda para a classe de trombone com o Professor Mário Teixeira com o qual termina o curso profissional de instrumentista na referida escola. Nessa escola integra várias formações de música de câmara, tais como: Orquestra Sinfónica, Orquestra de sopros, Quarteto de Trombones, Quinteto de Metais, Ensemble de Metais, e Big-Band. Simultaneamente tem aulas de orgao de tubos.
Foi membro fundador dos VozOff (banda de covers), e membro da banda de originais Bong Belly Pickney, banda vencedora do concurso de bandas do festival de Reggae – SumolSummerFest,
Dado o crescente interesse pelo jazz, e após alguns Workshops, aulas particulares e concertos com pequenas formações de jazz, decide ingressar em 2015 na Tone Music School situada em Coimbra onde teve aulas de improvisação, Combo e BigBand.
Passado um ano entra na ESMAE- escola superior de musica e das artes do espectaculo do Porto, onde actualmente frequenta a licenciatura do curso de jazz em trombone, com o professor Paulo Perfeito.
Frequentou várias masterclasses com João Moreira, Mario Laginha, Chris Cheek, Luis Bonilla, Demian Cabaud, João Mortagua, Andreia Santos, João Freitas, Ricardo Formoso…
Participou em diversos festivais de jazz tanto em Portugal como em Espanha com varias formações, em big band ou em combos de jazz tais como: Festival de Jazz de Valado dos Frades, GuimarãesJazz, Festa do jazz do São Luiz e Foncastim.
Actualmente toca com a BigBand da Nazaré, BigBand da Esmae, Orquestra de jazz de Leiria, Orquestra de jazz do Algarve e com outras formacões de Jazz.

- ANDRÉ ROCHA
Trompete
É licenciado em trompete – Jazz pela Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto e frequenta o Mestrado em Ensino Vocacional da Música no Instituto de Estudos Interculturais e Transdisciplinares de Almada.
Como músico instrumentista, participou em inúmeros concertos destacando-se as formações, Big Band do Hot Clube de Portugal, Nu Jazz Orchestra, Reunion Big Jazz Band, Esmae Big Band, Lisbon Swingers, Big Band de Almada, onde foi dirigido por nomes como Maria Schneider, “Butch” Morris, Marina Rosenfeld, Pedro Moreira, Claus Nymark, Paulo Perfeito, Carlos Azevedo, Zé Eduardo, Orin Evans, Jason Lindner, e atou em diversos países como, Alemanha, Áustria, Bélgica, França, Líbano e Portugal.
Tem colaborado com companhias de teatro e de dança como Teatro do Montemuro, Teatro de Marionetas do Porto, Teatro de Almada, Trisha Brown Dance Company e Leirena Teatro; em longas-metragens e filmes publicitários.
Dirigiu a Big Band do Orfeão de Leiria e atualmente dirige, a Filarmónica do Arrabal, Orquestra de Sopros do Conservatório de Música de Ourém e Fátima, Orquestra Juvenil da SAMA e a Big Band do Arrabal.
É membro da Orquestra de Jazz de Leiria e HHY & the Macumbas.
Enquanto docente, destacam-se vários Cursos e Workshops orientados em Portugal e leciona no Conservatório de Música de Ourém e Fátima, Conservatório de Música da Jobra, Academia de Música da Valentim de Carvalho e é Coordenador Pedagógico da Escola de Música da SAMA.

- PAULO BERNARDINO
Clarinete
Nasceu a 17 de Abril de 1990, natural Leiria.
Iniciou os seus estudos musicais na Sociedade Artística Musical dos Pousos, onde concluiu o 3º grau de conservatório.
Em 2004 decide ir estudar para a Escola Profissional de Artes da Covilhã onde completa o 12º ano.
No ano lectivo 2012/2013 estudou clarinete performance em Koninklijk Conservatorium (Bélgica).
Em 2014/2015 finalizou a licenciatura na Esml (Escola Superior de Música de Lisboa).
Ao longo da sua formação tem trabalhado com diversos clarinetistas e frequentado vários estágios de orquestra o que lhe fizeram adquirir conhecimento ao longo de todos estes anos.
No âmbito da música Jazz, participou regularmente em alguns Festivais onde pode trabalhar com algumas referências da mesma.
Em 2011 frequentou o curso de jazz com o professor José Menezes (ESTAL).
Colabora com alguns grupos como Banda da CATRAIA, CARUMA, Quinteto Paulo Bernardino, Duo Com guitarra (Paulo Bernardino e Augusto Baschera), Fanfarra Fárróbódó, Fanfarra Farratuga, TRITEC e Orquestra Marquês de Pombal.
Ao longo do seu percurso colaborou com algumas formações como: Desbundixie, Orquestra de jazz de Leiria e Luísa Sobral, Dixie Gang, Ledok, Mova Dreva, Griout e Miss Manouche.
Actualmente frequenta o mestrado em ensino na ESML (Escola Superior de Música De Lisboa) onde trabalha com o professor Rui Martins e é professor na Escola de Música do Orfeão de Leiria Conservatório de Artes.

- PAULO SANTO
Vibrafone
Paulo Santo nasceu a 1985, em Leiria. Aos 12 anos começa a tocar bateria e com o tempo a música vem a tornar-se o seu principal interesse.
Em 2000 inscreve-se no Conservatório de Leiria em percussão.
Durante os próximos cinco anos vem a frequentar uma classe de improvisação, onde tem o seu primeiro contacto com a improvisação. Mais tarde depois de um Atelier de Jazz com Carlos Barreto, e um curso do Hot Club Portugal em protocolo com conservatório de Leiria, decidiu dedicar-se exclusivamente ao vibrafone.
Desde então já teve oportunidade aprender com imensos músicos como Afonso Pais, André Fernandes, Bruno Santos, Demian Cabaud, Filipe Melo, Jeffery Davis, João Moreira, Mulgrew Miller, Nelson Cascais, Pedro Moreira, Stefon Haris, Steve Nelson, Vasco Mendonça.
Licenciado em Jazz na Escola Superior de Música de Lisboa, actualmente leciona na Escola de Jazz Luís Vilas Boas Hot Club Portugal e no projecto Orquestra Geração.

Folheto Informativo > folheto
Ficha de Inscrição > FICHA DE INSCRIÇÃO_JAZZ
Ficha de Inscrição on-line > https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfM31gMJcmPpTaa8TGOq3OT885O0xGrIH9-kYiFrDcEK25Dfw/viewform


Os comentários estão fechados.