Orfeão de Leiria vai aproximar gerações em novo projeto social apoiado pela Fundação Montepio

Assinatura de protocolo do Programa FACES realizou-se no dia 27 de setembro  

O Orfeão de Leiria Conservatório de Artes (OLCA) foi selecionado pela Fundação Montepio para apoiar o novo projeto de inclusão social chamado “Face to Face”, que se destina a aproximar diferentes gerações através das artes. A instituição de ensino artístico foi uma das 19 entidades de economia social que viram as suas candidaturas aprovadas no âmbito do Programa FACES, financiado pela Fundação Montepio, e que irão receber o financiamento e assinar o protocolo de apoio, no dia 27 de setembro, em Lisboa.

O projeto “Face to Face” terá início no próximo mês de outubro e será desenvolvido ao longo de 14 meses pelo Orfeão de Leiria. Durante este período serão realizadas actividades de âmbito cultural que promovam a interacção entre um grupo de jovens institucionalizadas, com idades entre os 13 e os 21 anos, e os alunos do Conservatório Sénior do Orfeão de Leiria, no sentido de promover a sua inclusão e bem-estar emocional.

Acácio de Sousa, presidente do OLCA revela que «este é um novo projeto de carácter social que o Orfeão de Leiria vai desenvolver no âmbito programa “Incluir com Arte”, que arrancou no passado ano letivo, com o objetivo levar as artes e a cultura a cada vez mais pessoas. É um compromisso que assumimos e que faz parte da nossa missão enquanto instituição de ensino artístico». O responsável explica ainda que o projeto pretende «contribuir para aumentar as competências pessoais, sociais e artísticas de jovens institucionalizadas, e combater o isolamento social das pessoas seniores através desta interacção entre gerações, que tem como elementos centrais a arte e a cultura».

A segunda edição do programa FACES contou com 131 candidaturas validadas, apresentadas no âmbito de três áreas de intervenção: “Empregabilidade de Pessoas com Deficiência”, “Respostas Inclusivas para famílias vulneráveis e pessoas sem-abrigo”, e “Inclusão de crianças e jovens em situação de risco”, na qual se insere o projeto “Face to Face”, do OLCA. As 19 candidaturas finalistas apuradas pelo Conselho de Administração da Fundação Montepio totalizam um apoio no valor de 343.259,00 euros.

Assinatura do protocolo: